SWITZERLAND 2o dia. (Antes que eu me esqueça)

quinta-feira, 5 de novembro de 2009 |

Bom, vamos lá.
O segundo dia começou ótimo. Dormimos cedo na noite passada e acordamos cheias de vigor para uma nova jornada. A nossa couch foi super gente boa, pesquisando os horários do transporte para o Le Salève (Uma montanha dos Alpes que ficava na França). Ela nos aconselhou a não ir se o tempo não abrisse, porque inverno na Europa é a coisa mais cinza do planeta. Mas a gente não ia perder por nada de passar nos Alpes, nem que estivesse chovendo canivete.
Já tinhamos planejado no dia anterior com a Luciene que iríamos no Front Lake (A maior/mais alta ? fonte da Europa) novamente porque no dia anterior estáva nublado e não se via direito. E graças, muitas graças a Deus que o tempo abriu. Passamos no Front Lake, no Flower Clock, comprei o presente de aniversário da minha menina (Um castor de pelúcia com o cachecol e touquinha com bandeira da Suíça. Uma graça, quase que eu pedi de volta pra ela, rs.)
Bateu aquela fominha, e claro que fomos caçar algum lugar mais para o nosso bolso para comer pizza. Eu me espantei, já que eles vendem nos restaurantes pizza INTEIRA para cada pessoa. Isso sim minha gente, inteira. Nao é metade, nem dois pedacinhos. Voce escolhe no menu, e ela vem inteira para voce. Tudo muito saboroso, muito muito ... como eu posso dizer .. muita comida, mas uma experiencia diferente e gostosa (Claro que depois eu fiquei sabendo que na Italia é assim, e se na raiz da coisa é assim, claro que pelo menos os outros tem que copiar direito!)
Rolamos na rua para achar o ponto de onibus para o Le Salève. Foi o máximo. Pegar um onibus e sair em outro país em menos de 30 minutos. As coisas são bem assim aqui na Europa, com os países do tamanho de Oudewater.
Bom, o Le Salève é na França, numa cidade que eu ainda não descobri o nome. Ainda não está com neve, nem um pouquinho, claro. Mas é um paredão, uma coisa tão linda, que acho que nem os Andes batem os Alpes. Claro são belezas diferentes, nada a se comparar. Mas ver os Alpes no finalzinho do Outono, é a coisa mais linda. Muito diferente dos Andes, que não tem muita vegetação. Bom, continuando ... chegamos extramente maravilhadas com a paisagem. Caminhamos até a entrada do Teleférico (Claro que subimos lá!) e partimos com aquele "bondinho" para o topo. Nem os ouvidos entupidos nos incomodavam mais na subida. Já podíamos ver Genebra inteira de lá. Pegamos a hora mais bonita de se ver a cidade de cima. O por do sol. Os momentos mais lindos, as lembranças mais lindas, as vistas mais incríveis são muito melhores por que era hora do por do sol. A minha camera ajudou bastante na hora de tirar fotos de paisagem, mas quando eu me incluia ela eu ficava meio amarelo-alaranjada. Mas nada de que uma camera boa, a da Luciene para resolver, rs.
Os nativos de lá perceberam que nós erámos umas pobres coitadas procurando por um flash único (Já que pra voltar pra lá novamente no ano de aupair nao será muito viável), e nos indicaram uma vista única. Um lugar do Le Salève que poderíamos avistar o Mont Blanc. E como o nome já diz, já estáva branquinho pasta de dente. Lindo, lindo e lindo. Mais flashes. : )
Bom, tiradas quase 100 fotos só nesse pedaço resolvemos descer. Já estava anoitecendo, e avistamos muitas pessoas com fantasias andando pela rua. Muito engraçado. Não eram só fantasias de princesas com vestidos menores que a calcinha, tinha gente com cabeça cortada e tudo mais. Muito bom! Aproveitamos a noite, claro que as princesas foram embora cedo porque afinal a volta para Amsterdam era as 7h. Madrugamos dormindo pouco novamente, mas foram horas bem aproveitadas, fim de semana mais do que aproveitado, fomos a todos os lugares que queríamos e um pouquinho mais.
AMAZING.

FIM -

1 comentários:

Karen disse...

Kathy, vc não mentiu.. as fotos estão lindas... =] qual é a próxima trip???
bjinhos!